O sono dos bebês é diferente dos adultos!

O sono dos bebês é diferente dos adultos!

Sono é uma necessidade básica da existência humana. O sono adequado é necessário para que os bebês descansem, desenvolvam-se e para que os hormônios do crescimento atuem, e suas necessidades dependem da idade e da maturidade. Na primeira infância, os padrões e características do sono são diferentes dos adultos. É importante entendermos como o funciona o sono do bebê, para estarmos melhores preparados no pós-parto.

Como os adultos dormem: adultos adormecem e entram primeiro em sono profundo “não-REM” (REM da sigla em inglês para “movimentos rápidos dos olhos”), no qual a respiração é superficial e regular e os músculos estão relaxados. Cerca de uma hora e meia depois, passam para o sono leve ou ativo (sono REM), no qual os olhos se movem sob as pálpebras, enquanto o cérebro se “exercita”: sonhamos e nos movimentamos, podemos até ir ao banheiro e não lembrarmos de nada. Esses ciclos de sono leve e profundo continuam se alternando a cada duas horas, em média, ao longo da noite. Resultado: dormimos cerca de seis horas de sono tranquilo e duas horas de sono ativo.

Como os bebês adormecem: bebês NÃO têm maturidade para adormecerem sozinhos, sem ajuda, e precisam dos pais para isso (embora alguns bebês aceitem serem postos sonolentos no berço). Precisam de um ritual de sono repetitivo, que inclui contato corporal como embalo, amamentação ou outro. Os bebês, ao contrário dos adultos, iniciam seu sono no sono leve, sono ativo. Nesta fase seus olhos podem piscar e até abrir, sua respiração é irregular e o bebê pode fazer movimentos com o corpo, inclusive sorrir ou mamar (sugar) dormindo. Nesta fase, o bebê não aceita mudança de posição. Por isto, nem tente se levantar para colocá-lo no berço, pois ele acordará imediatamente!  Só depois de um tempo é que o bebê cairá no sono profundo (terá sua respiração regular e os músculos relaxados) e, poderá, por fim, ser colocado no berço ou no carrinho.

Portanto, aqui vai uma dica de ouro: aceite que seu bebê terá um sono diferente do seu e, muito provavelmente, ele/ela terá diversos despertares noturnos no início da vida. Isto não significa leite fraco ou algum problema com seu bebê.  Faz parte da natureza de ser recém-nascido!

 

Para saber mais, indicamos:

Palestra Educativa: Saiba porque bebês acordam a noite

 

 

Escrito por Dra Luciana Herrero Ver todos os posts deste autor →

Esclarecimentos: 1- Esse blog não substitui as consultas de pediatria ou consultas médicas em geral. Tem como objetivo promover educação em saúde, favorecer o vínculo familiar e o estímulo a amamentação. 2- Dra. Luciana Herrero, apesar de possuir a formação em pediatria, não realiza atendimentos pediátricos. Trocou a clínica pela educação. Atua somente como educadora familiar, escritora e coordenadora da Aninhare (www.aninhare.com.br).