Gestação, uma linda e desafiante viagem!

 

562847_418158028210581_100000491624242_1612584_1662840047_n

 

A linda e desafiante missão de gerar uma nova vida!

Quando chega a notícia de uma gestação, as sensações se misturam: Alegria, apreensão, medo, orgulho, incertezas…. Será que conseguiremos cuidar deste bebê? E as condições financeiras? E o mundo, como o receberá? São tantas dúvidas que invadem a nova mamãe, silenciosamente, por mais planejada que tenha sido a gestação. 

Apesar do bebê estar crescendo dentro do útero materno, a gestante não é única a sentir-se confusa.  A notícia de uma nova gestação também “tira o chão” do novo papai, trazendo muitas dúvidas e inseguranças, por mais feliz que ele esteja, pois implica em maiores responsabilidades.

Estar informada e aberta às mudanças e novidades que chegam a cada nova semana de gestação, tanto nos aspecto físico, como emocional, ajuda a família a viver de forma mais plena o processo mágico que é gerar uma vida.

Pois quando uma mulher engravida, toda uma família engravida, e toda a comunidade se transforma. Nascem mamães, pais, irmãos mais velhos, nascem ainda, avós, tias, babás. Nasce uma nova sociedade, renovada a cada parto.

 

 Dicas para uma gestação mais feliz:

-Reserve diariamente alguns minutos para celebrar a gestação, conversando, cantando para o bebê, mesmo ainda na barriga.

-Convide e estimule que o pai, e os outros filhos (se tiver), toquem seu ventre e o massageie com óleos hidratantes.

– Leve o pai e os irmãozinhos, sempre que possível às consultas de pré-natal.  E principalmente, aos exames de ultrassom, são oportunidades imperdíveis, para que todos se familiarizem com o bebê.  Se o futuro papai não for…peça para gravar o exame e mostre  as imagens de seu bebê assim que possível.

-Escolham o nome do bebê em família.  Cada um faz sua lista, e juntos, encontrem um denominador comum.

-Participe de cursos de gestantes e sempre que possível leve o futuro papai, e vovó. Estar preparada faz a chegada do bebê ser ainda melhor, com menos dúvidas e angústias.

 

Escrito por Dra Luciana Herrero Ver todos os posts deste autor →

Esclarecimentos: 1- Esse blog não substitui as consultas de pediatria ou consultas médicas em geral. Tem como objetivo promover educação em saúde, favorecer o vínculo familiar e o estímulo a amamentação. 2- Dra. Luciana Herrero, apesar de possuir a formação em pediatria, não realiza atendimentos pediátricos. Trocou a clínica pela educação. Atua somente como educadora familiar, escritora e coordenadora da Aninhare (www.aninhare.com.br).