Uso do Leite Materno em Prematuros: mais que um alimento, uma medicação!

Leite Materno: O melhor remédio para bebês Prematuros!

 Notícias do Simpósio de Amamentação, Amsterdan…

Tivemos o prazer de comparecer no Simpósio internacional de Amamentação  da Medela, realizado nos dias 17 e 18 de Abril, em Amsterdan, onde assistimos diversas aulas de amamentação, e das novas descobertas em relação a esta prática, mas a palestra apresentada pela Dra. Paula Meier, pediatra coordenadora da UTI neonatal do RUSH Hospital de Chigago/USA foi a que mais me alegrou nossa alma, pois como já sabíamos…mas agora esta comprovado cientificamente…o leite materno para os prematuros não é um elemento substituível (pelas formúlas)…é sim uma medicação, a mais importante na prevenção de infecções e complicaçãoes, tão frequentes nos prematurinhos… uma força extra fundamental na luta para tirar o bebê da encubadora e levá-lo para casa feliz e saudável.

O leite materno oferecido a prematuros, especialmente nas primeiras semanas de vida, não apenas serve como um alimento de alto poder nutritivo, mas como uma medicação, sublime, que previne infecções e complicações em bebês de UTI, melhorando (e muito) o estado de saúde destes pequeninos tão fragéis!

O exemplo de ação desenvolvida no Hospiatl Rush, nos emociona. Lá não apenas os pais e as mães, têm a entrada liberada 24 horas por dia para estarem com seus bebês, como também são responsáveis por alguns cuidados do pequeno. Como, por exemplo, a tarefa da preparação da alimentação (com leite materno ordenhado). O que o faz sentir úteis e envolvidos com o processo, reduzindo muito a depressão.

Lá, é desenvolvido também o programa de  “aconselhamento de pais para pais”, onde voluntários a princípio e hoje funcionários, pais e mães que sofreram a experiências de ter seu bebê internado naquela UTI, se revezam em escalas de plantões para levar confiança e orientação aos novos pais que chegam, aliviando sua dor, trazendo esperança, mas também ensinam como manter a produção de leite, mesmo que inicialmente difícil…esclarecem como quantificar o valor calorífico de cada gota, e a coletar, pois cada gota conta! Orientam os novos papais da importância de não desistir do leite materno, pois este foi o remédio mais importante para a recuperação de seus bebês, hoje já grandinhos, saudáveis e em casa!

Neste hospital praticamente 90% dos bebês internados utilizam oleite materno de suas mães como fonte de alimentação, sendo que próximo de 70 % de forma exclusiva durante a permanência na UTI.

Neste local, bebês considerados sem possibilidade de sobrevivência, ganham a chance de viver…e vão para casa… amamentados por suas mamães!

Um exemplo de que medidas simples, mas feitas com amor , operam milgares. De que as mamães e papais, quando esclarecidos e apoiados, fazem de tudo para conquistar a saúde e recuperação de seu bebê e ajudar  outros, também.

Obrigado Dra. Paula e sua equipe, por esta linda e inesquecível  lição de vida.

Leite materno e amor: The Best Medicine!

com carinho Dra. Lu

Escrito por Dra Luciana Herrero Ver todos os posts deste autor →

Esclarecimentos: 1- Esse blog não substitui as consultas de pediatria ou consultas médicas em geral. Tem como objetivo promover educação em saúde, favorecer o vínculo familiar e o estímulo a amamentação. 2- Dra. Luciana Herrero, apesar de possuir a formação em pediatria, não realiza atendimentos pediátricos. Trocou a clínica pela educação. Atua somente como educadora familiar, escritora e coordenadora da Aninhare (www.aninhare.com.br).